O recenseamento eleitoral na diáspora cabo-verdiana, com vista às eleições legislativas, presidenciais e autárquicas, marcadas para 2016, deve arrancar nos primeiros dias de novembro. 

Esta mesma garantia foi avançada esta terça-feira, na cidade da Praia, pela presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE) de Cabo Verde, Maria do Rosário Pereira. 

«A maioria das Comissões de Recenseamento Eleitoral na diáspora já está empossada. Vamos fazer todos os esforços no sentido de inscrever todos os cidadãos com a capacidade eleitoral», prometeu a presidente da CNE. 

O objetivo da CNE, segundo Maria do Rosário Pereira, «é superar o número de aproximadamente 36 mil eleitores inscritos nas últimas eleições de 2011».

 

Fonte: http://www.abola.pt